fbpx

Bandeira Tibetana, qual seu significado?

Bandeira Tibetana, qual seu significado?

Já passou por um lugar e viu pendurada umas bandeirinhas coloridas com símbolos impressos? E então se perguntou qual o significado delas? Pois então, vamos comentar um pouquinho sobre essas bandeiras tibetanas ou também conhecidas como bandeirinhas de oração.

Essas bandeiras de orações é costume tibetano, que veio através de um discípulo de Buda, no qual o mestre ensinou aos seus seguidores a imprimir as orações e mantras em pedaços de tecido, também conta-se que quando dois povos estavam em guerra Buda recitou uma oração, na qual, foi gravada em tecido e colocada ao vento nas bandeiras de batalha entre os dois povos, assim, imediatamente a paz foi estabelecida.

Dessa forma, muitos pensam que hatar as bandeirinhas é um tipo de ritual, superstição ou uma forma de oração, mas na verdade o ato de pendura-las é uma intenção pura que quando o vento bate nelas e entra em contato com os símbolos sagrados produzem uma fonte de boas energias, espelhando por todo lado os nossos votos com o resto do mundo e gerando uma onda de positividade. Os mantras, símbolos sagrados e orações budistas tem uma vibração espiritual que é ativada pelo contato do vento e transmitida através do espaço.

Onde posso colocar as bandeirinhas?

Segundo a tradição elas são colocadas ao ar livre com o intuito de que nossas preces sejam levadas pelos ventos através da distância. São muito usadas sítios sagrados, stupas, mosteiros e a habitações por todo o Tibete.

Por que pendurar as bandeirinhas?

As bandeirinhas são penduradas para o bem-estar e felicidade de todos os seres consciente, criando um grande campo de energia positiva.

Quais são as cinco cores das bandeirinhas?

Azul: Representa o Espaço, o Céu

Branco: Representa o Ar, as Nuvens

Vermelho: Representa o Fogo

Verde: Representa Água, a Natureza

Amarelo: Representa a Terra.

Quando não quiser mais as bandeirinhas, o que fazer?

Como os símbolos impresso no tecido da bandeira é sagrado é importante cuidar delas com muito amor e respeito, como por exemplo: não coloca-las no chão e nem jogar no lixo. Quando não quiser mais as bandeiras por estarem gastas, vai uma dica que os tibetanos fazem: Queime sua bandeirinhas, assim, seu fomo ainda vai levar as suas benções aos céus.

Enfim, é importante lembrar que as bandeiras de orações é um convite silencioso para vermos o ser maravilhoso que habita dentro de cada um de nós e também um pedido para que observamos a presença sonora do vento em contato com nossas orações, assim, se tornando um momento cheio de luz e positividade.

 

Namastê

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *